• Entre em contato conosco: +55 (11) 4111-1353
Acompanhe-nos!

Aprovado projeto que obriga operadoras a oferecerem roaming

celular-home_r2_c1A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira, 20, proposta que obriga as operadoras de telefonia móvel oferecer serviços de roaming interestadual. O projeto, que tramita em caráter terminativo, agora será encaminhado ao Senado. O texto aprovado é o substitutivo da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática ao Projeto de Lei 4302/08, do deputado Mário Heringer (PDT-MG). O relator na CCJ, deputado Maurício Quintella Lessa (PR-AL), defendeu a aprovação. O roaming permite ao usuário obter o sinal de telefonia em áreas fora da localidade geográfica onde o celular está registrado. Para utilizar um celular em roaming é preciso que a operadora, ou outra com a qual ela tenha acordo sobre o serviço, disponha de tecnologia compatível à do celular em uso. Um celular com tecnologia GSM, por exemplo, só fará roaming em redes GSM. Por isso, o substitutivo abre uma exceção: no caso de o aparelho do usuário ser incompatível com a rede da prestadora na região visitada, a operadora não será obrigada a oferecer o serviço de roaming. O texto dá prazo de 90 dias após a publicação da lei para a adaptação das operadoras. Após esse prazo, aquela que não conseguir firmar acordo com operadoras de outros estados deverá pedir a intervenção da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que decidirá sobre as condições do acordo em até 90 dias. Hoje não existem conflitos de roaming entre as grandes operadoras. De acordo com o substitutivo, a obrigatoriedade do serviço de roaming será incluída na Lei Geral das Telecomunicações (Lei 9.472/97). As informações são da Agência Câmara. Fonte: Teletime

TWM - Telecom Web Manager

Comentários

Comente você também